Janeiro registra recorde de demissões no RN

Segundo números divulgados pelo Ministério do Trabalho 2944 postos de trabalho foram fechados no estado, sendo 1255 no setor do comércio. Das demissões, 62% foram sem justa causa, 14% por fim de contrato temporário e os restantes por causas diversas.

A crise econômica que nosso país enfrenta é apontada como principal fator para a alta do desemprego. Nossa população está a cada dia mais endividada, o grau de inadimplência é cada vez maior e o aumentos dos juros ainda agravam a situação.

Não podemos deixar de mencionar ainda que as estatísticas relativas a desemprego em nosso país são ligeiramente distorcidas, pois consideram como “desempregado” apenas aquele que além de não estar empregado não está em busca de emprego. Além disso, quem recebe bolsas do governo é considerado “empregado”.

Tudo indica que fevereiro trará um quadro ainda mais sombrio, especialmente para candidatos com pouca qualificação. Sugestão do editor do site para quem foi demitido, reserve uma pequena parcela do que recebeu nas rescisão e invista em qualificação, nem que seja em um curso rápido online. Um curso de R$ 50,00 ou R$ 100,00 pode ser um diferencial.







Você gostaria receber por e-mail nossas novas postagens? Então clique no link abaixo, informe seu e-mail na janela que vai abrir-se e você passará a receber por e-mail o nosso feed! O serviço oferecido pelo FeedBurner é inteiramente gratuito e pode ser cancelado a qualquer momento.

cadastre-se

Em cada e-mail que receber com nosso feed estará presente o link descadastrar-se se desejar. O processo é inteiramente automatizado e não permite nem exige interferência nossa.


Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *